LIONS CLUBE DO RIO DE JANEIRO
Mater Clube do Brasil
Fundação : 16 / 04 / 1952 - A.I.L.C. 3140-016542 – Distrito LC-1
Sede Própria : Rua Alcindo Guanabara 24 / 1113
Rio de Janeiro – RJ - Brasil – cep 20038-900 - Telefax (21) 2240–3286
Utilidade Pública Estadual – Lei 892 de 12/08/1957
Utilidade Pública Federal – Lei 5.575 de 17/12/1969

- UMA PARTE DA NOSSA HISTÓRIA -

O LIONS CLUBE DO RIO DE JANEIRO foi o primeiro Lions Clube fundado no Brasil, em 16 de abril de 1952, por ARMANDO FAJARDO, apadrinhado pelo Lions Clube de Montevidéo, que foi o primeiro Lions Clube da América do Sul.

ARMANDO FAJARDO era Diretor do Jockey Clube Brasileiro e homem de negócios da sociedade carioca quando Capital Federal do Brasil, e em uma de suas viagens ao Uruguai, através de PEDRO P. BERRO, Presidente e Fundador o LC MONTIVIDÉU e de NIVALDO NAVARRO, Delegado da Associação dos Lions Clubes, conheceu os ideais de servir de  MELVIN JONES que dos Estados Unidos florescia para todo o mundo. De lá trouxe para o Brasil a idéia de fundar o primeiro Clube de Lions do Brasil, concretizada numa Assembléia-Almoço no Jockey Club Brasileiro que reuniu 40 homens de liderança da cidade do Rio de Janeiro em torno do ideal leonístico, sendo eleito o médico e professor ARNALDO DE MORAES(1952) como o primeiro Presidente do Lions Clube do Rio de Janeiro. Em seguida, em 23 de junho do mesmo ano, foi fundado o Lions Clube de São Paulo, sob a liderança de FLORIANO PEIXOTO DOS SANTOS, que recebe a homenagem de Fundador do Lions Paulista, e como um efeito cascata, foram fundados seguidamente centenas de outros Lions Clubes em todo o Brasil. No ano seguinte, em 1953, CL ARMANDO FAJARDO foi eleito o primeiro Governador do Distrito Leonístico do Brasil. Por estes, e por outros tantos motivos que traduziram CL ARMANDO FAJARDO como um homem solidário, com espirito associativo e com a coragem do pioneirismo, os Leões do Brasil, em convenção nacional, o contemplaram com a designação de O LEÃO NÚMERO 1 DO BRASIL. Desde então o leonismo Brasileiro vem contribuindo imensamente a sociedade brasileira com obras e campanhas de assistência social. Cada Lions Clube é integrado por homens e mulheres de liderança de sua região e tomam decisões de como prestarem serviços à comunidade, sem lucro pessoal,  e sob a orientação do LIONS INTERNACIONAL, com a finalidade de se promover sinergismo internacional. Desta maneira, uma campanha promovida por um pequeno Lions Clube distante, que muitas vezes pode passar despercebida pela mídia, quando somado aos esforços internacionais, passa a ter uma grande importância humanitária.

MELVIN JONES foi o idealizador e fundador do leonismo internacional. Nascido em 13 de janeiro de 1880 em Fort Thomas, Estado do Arizona - EUA, era pessoa benquista e Diretor da Agência Johson & Higgins de Seguros em Chicago. Em 1913 recebeu um convite para jantar num clube de relacionamento chamado  "The Bisiness Circle"  como muitos outros que existiam na época nas principais cidades dos Estados Unidos, em que cada membro representava uma categoria social. Este clube encontrava-se em decadência devido a conflitos de relacionamentos internos, e MELVIN JONES logo destacou-se por suas habilidades de gestão diplomática e aglutinador de esforços e numa inspiração visionária organizou 27 clubes deste tipo numa organização única e integrada, que em 10 de outubro de 1917, em Dallas, Texas, denominou-se de ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES. O nome de LIONS (LEÕES) foi escolhido pois simbolizava, desde tempos imemoriais, a liderança, a força, a coragem, a altivez e a lealdade em todos os povos do planeta. O leonismo desde logo foi um movimento vitorioso visto pela sua rápida expansão por todo todo o mundo sendo que o Lions Clube de Windsor, de Ontário, Canadá foi o primeiro Clube com desdobramento internacional. Atualmente, no ano de 2003, a organização chama-se LIONS INTERNACIONAL e é a maior organização de serviços voluntários do mundo, presente em 189 países, com mais de 1.350.000 sócios. O Brasil ocupou a Presidência Internacional por duas vezes, sendo a primeira em 1977 pelo CL JOÃO FERNANDO SOBRAL, Sócio Honorário do Mater Clube, e pela segunda em 1999 pelo CL AUGUSTIN SOLIVA.

Os 40 Sócios Fundadores do Lions Clube do Rio de Janeiro foram (1)ARMANDO FAJARDO, (2)VICTORIO CANEPPA, (3)MARIO AUGUSTO DE MATOS, (4)JOSÉ PARENTE SOBRINHO, (5)LÉO PIRES PINTO, (6)ADAN SPINELLI, (7)EDMUNDO GUSTAVO D´OINE, (8)RODRIGO JOSÉ MAURÍCIO, (9)SYLVIO CALDAS FAUÃO, (10)ARMANDO PEREIRA NUNES, (11)FERNANDO VILHENA MACHADO, (12)OLAVO MÜLLER, (13)LUIZ PINHEIRO GUIMARÃES, (14)LUIZ J.C. DE MENEZES, (15)ALBERTO FADEL, (16)PAULO DE SIQUEIRA CASTRO, (17)IRACINDO CARVALHÃES PINHEIRO, (18)HIRAN TELLES BITTON, (19)ORLANDO S. AZEVEDO, (20)LUIZ TOLEDO, (21)OCTÁVIO DE CARVALHO, (22)ARNALDO DE MORAES, (23)ARISTIDES DE CASTRO CASADO, (24)LUIZ NABUDO, (25)ARTHUR OSCAR OBINO, (26)PAULO THEODORO VAYSSIÈRE, (27)CARLOS B.DE MELLO, (28)JOSÉ JOAQUIM SEABRA NETO, (29)IVAN PINHEIRO DE OLIVEIRA LIMA, (30)NINO GALLO, (31)FRANKLIN B. CEPPAS, (32)ANTONIO DE SOUZA LEMOS, (33)SEBASTIÃO PEREIRA, (34)JOAQUIM MELLO DA CUNHA, (35)ANTONIO CEPPAS, (36)VICENTE MEGGIOLARO, (37)SILVIO DOS SANTOS SILVA, (38)ARTHUR DA FONSECA SOARES, (39)JOSÉ DO AMARAL OSÓRIO, (40)RENÉ MOSTARDEIRO.

Entre os sócios do Mater Clube, destaca-se pela sua dedicação ao Clube o nome do advogado  CL QUELVES DOS SANTOS, que aos desseseis anos, ainda estudante, começou trabalhar na secretaria administrativa deste clube, confiado pelo CL ARMANDO FAJARDO(1961), sendo que na presidência do CL IVANO VELLOSO DE CARVALHO(1981) foi-lhe outorgado por unanimidade o Título de Sócio Honorário em 10/1981. 

O Lions Clube do Rio de Janeiro teve sua primeira sede na Rua Mayrink Veiga 4/16. Com o crescimento do número de sócios, quase trezentos, na época o maior do Brasil, foi necessário mais funcionários e melhores instalações, mudando-se o clube para a Rua Senador Dantas 74/18º andar. As primeiras Assembléias foram realizadas no Jockey Clube, e posteriormente no Clube Ginástico Português devido sua localização mais central para facilidade dos sócios. Atualmente prefere-se os salões da Associação Comercial do Rio de Janeiro pela concentração de líderes empresariais nacionais. Na presidência do CL GABRIEL DE LUCENA(1967) o Mater Clube adquiriu sede própria através do rateio entre os sócios, na Rua Alcindo Guanabara 24/1113, Cinelândia, no centro da cidade do Rio de Janeiro, onde hoje funciona.

No ano de 2000, na virada do milênio, sob a presidência do CL IZIDORO DE HIROKI FLUMIGNAN, através de uma ampla consulta a todos os associados, o Mater Clube do Brasil aprovou por unanimidade a Declaração de Missão : 

"A missão do Lions Clube do Rio de Janeiro é a de unir-se ás forças dos Lions Clubes do Brasil e de outras instituições que tenham como objetivo a prática da cidadania e da solidariedade, visando a contribuir com a dignificação do ser humano. Nossas ações devem divulgar os ideais leonísticos para fomentar a consciência hamitária, tendo como alicerce da nossa união a alegria de servir através do companheirismo e do trabalho voluntário" .

Página atualizada em 13/03/09

   MENU PRINCIPAL